Resenha: Três coroas negras – Kendare Blake

29/09/2017   |   por   |   0 comentário

Título: Três coroas negras         Título Original: Three Black Crowns

Autora: Kendare Blake               Data de lançamento: 24/04/2017

Páginas: 304                               Compre Aqui

Editora: Globo Alt                      Sinopse:

 Nota: 5/5

Olá pessoal tudo bem. Vim trazer hoje mais uma resenha de um livro muito gostoso de ser lido. Três coroas negras é uma fantasia que me deixou encantada com o mundo criando, com os personagens maravilhosos, com a escrita fácil e inteligente, estou fascinada e pessoal, que final incrível teve esse livro, foi algo que me fez rir e ficar olhando para o nada durante um bom tempo. Ele é rodeado de críticas negativas e positivas, muitas pessoas não gostaram do livro e outras amaram a leitura, eu sou daquelas que está ansiosíssima pela próxima leitura.

 

Três rainhas sombrias
Num vale vem ao mundo
Pequenas doces trigêmeas
Nutrem um ódio profundo 

 

Três irmãs sombrias
Lindas de se ver
Duas a serem devoradas
E uma rainha por ser

 

Uma rainha da a luz a trigêmeas, logo após coloca seus nomes e vai embora com seu rei para o continente. Assim as três crianças irão crescer para quando fizerem 16 anos umas delas ser a rainha. Cada uma nasce com uma dadiva, podendo ser envenenadora, naturalista ou Elemental. Elas crescem juntas até os 06 anos de idade, logo depois são separadas de suas irmãs serão criadas levadas a seu determinado povo. Ali crescerão, e evoluirão suas dadivas para que no seu 16 aniversario tentaram matar umas às outras a mais forte sobreviverá e assim será a nova rainha, sendo a mais poderosa e tornando seu povo os líderes do conselho os líderes da ilha.

Gostaram dessa premissa? Sim meus caros leitores essa é somente a premissa. Vamos conhecer nossas personagens maravilhosas?

Nessa nova geração nasceram três rainhas.

Rainha Katharine – Rainha envenenadora

Rainha Arsinoe – Rainha naturalista

Rainha Mirabella – Rainha Elemental

 

snake

Os envenenadores são resistentes a veneno, podendo comer alimentos envenenados ou serem picados por animais extremamente fortes.  Os naturalistas têm a dadiva da natureza, podendo controlar a flora e tendo um animal que será seu familiar que será uma extensão da pessoa e os Elementos, tem a dadiva de controle sobre os elementos, água, terra, fogo e ar.

Cada uma tem uma personalidade extremamente forte, cada uma delas tem suas particularidades que com o decorrer da estória você vai descobrindo com quem você se identifica e para a qual você da sua torcida.

Vamos falaçar praticamente de cada uma.

A Rainha Katharine é doce, gentil e envenenadora, porém sua dadiva ainda não se manifestou, o que para os envenenadores e uma vergonha pois estão no poder durante três gerações. Para que seus dons sejam manifestados os cuidadores da rainha tentam fazer seu corpo mais registe, desde criança ela submetida a comer alimentos venenosos ou que contenha substancias toxicas, também colocam essas substancias em sua pele

“ O que seria a morte para os outros, você seria de alimento. ”

Levando uma vida de muito sofrimento enquanto seus dons não despertam. Para que seu povo ela finge, ser a envenenadora mais forte que já existiu.

“ Envenenadores são naturalmente severos e rigorosos. Eles podem com um olhar cortar tão facilmente quanto com uma faca.

 Três coroas negras - Katharine - literalmentefalando

 

Rose_TribalA rainha Arsinoe, realçando que é a minha preferida. Foi criada livremente, aventureiras e vive intensamente, ela é leal aos seus amigos, sua melhor amiga e cuidadores, Jules é uma naturalista forte, que tem um familiar selvagem e muitos dizem que é o mais forte desde muito tempo, apesar da Rainha querer suas dadivas ela não sente inveja oi ciúme de sua amiga, ao contrário fica feliz por ela e a defende com unhas e dentes. Por ser criada livremente todos tem contato com ela, todos sabem que suas dadivas não floraram. Muitos a ignoram ou a maltratam pois querem uma rainha vencedora e veem em Arsinoe uma perdedora.

“ Quando a verdadeira rainha vinher, a gente vai oferecer sua cabeça numa estaca. ”

 

três coroas negras - Arsinoe - literalmentefalando

 

black_fire_icon

         A rainha Mirabella é aquela “perfeita” a única que suas dadivas floraram a única que cresceu lembrando e amando suas irmãs, a única que é considerada pelo povo a nova rainha e que nenhuma outra conseguirá tirar a coroa dela. Tem o povo aos seus pés, por sua beleza, por seus poderes. Ela pode ser a melhor para eles, mas para a pessoa que vós escrevei, ela não tudo isso meu bem. Não que ela seja artificial ou fútil, ela é a única que mão quer matar as irmãs, a única que lembra de seu tempo de criança e de quanto eram unidas, mas sabe o santo não bateu, além disso, ela é fiel ao templo e totalmente ingênua em relação aos atos de quem ela segue.

“As rainhas não devem amar suas irmãs. Ela sempre soube disso, mesmo quando estavam juntos no Black Cottage, onde as amara de qualquer maneira “.

 

Três coroas negras - Mirabella - literalmentefalando

O primeiro livro consiste em você conhecer as rainhas, conhecer os povos e seus poderes, você consequentemente terá uma preferida e não vai saber lidar com as surpresas do final.

Vi muitas críticas quanto ao início do livro que ele era parado mas tenho certeza de que essa foi uma premissa para que conhecêssemos cada pedacinho dessa estória, cada canto, ponto e vírgula, porque assim você estará dividida no segundo livro.

Achei um dos romances bem desnecessário, não gostei e peguei um nojo e uma raiva desses personagens. Além das protagonistas principais temos outros personagens maravilhosos que te encantam, garanto que muitos vão se apaixonar mais por alguns personagens secundários do que as principais.

Então é isso pessoal, eu gostei bastante da leitura em minha opinião foi bem construtiva, gostei bastante e estou muito ansiosa pelo próximo.

Fiquem com Deus e um beijão

 

Categoria's: Aventura, Fantasia, Livros

Postar um comentário